Arquivo

Archive for the ‘Artigos’ Category

Faça o download e upload de arquivos via FTP

Neste tutorial vou mostrar-lhe como rapidamente e facilmente fazer o download e upload de arquivos utilizando FTP para acessar um servidor remoto ou de hospedagem. Acesso FTP permite que você trabalhe com arquivos em um servidor remoto diretamente com os arquivos que são armazenados em seu computador, o que é bom.

Em seguida, apresento dois  procedimento:

Uses IdFTP

// Enviar um arquivo para o servidor usando o acesso FTP
procedure TForm2.ftpsend(host, username, password, filefrom, fileto: string;
 port: integer);
var
 ftp: TIdFTP;
 ms: TMemoryStream;
begin
 ftp := TIdFTP.Create(Application);
 ms := TMemoryStream.Create;
 try
 try
 ftp.host := host; // Endereço do servidor FTP
 ftp.port := port;
 ftp.username := username; // Parametro nome usuario servidor FTP
 ftp.password := password; // Parametro senha servidor FTP
 ftp.Connect();
 AssErt(ftp.Connected);
 ftp.ChangeDir('/'); // Definir a pasta no servidor
 ftp.Put(filefrom, fileto, false); // Transferir o arquivo para o servidor
 ShowMessage('Transferido');
 finally
 ms.Free;

ftp.Free;
 end;
 except
 ShowMessage('Uma tentativa de enviar um arquivo para o servidor falhou');
 end;
end;

// Obter um arquivo do servidor via FTP
procedure TForm2.ftpget(host, username, password, filefrom, fileto: string;
 port: integer);
var
 ftp: TIdFTP;
 ms: TMemoryStream;
begin
 ftp := TIdFTP.Create(Application);
 ms := TMemoryStream.Create;
 try
 try
 ftp.host := host; // Endereço do servidor FTP
 ftp.port := port;
 ftp.username := username;
 ftp.password := password;
 ftp.Connect();
 AssErt(ftp.Connected);
 ftp.ChangeDir('/'); // Definir a pasta no servidor
 ftp.Get(filefrom, fileto, true); // Receber o arquivo do servidor
 ShowMessage('Arquivo Recebido');
 finally
 ms.Free;

ftp.Free;
 end;
 except
 ShowMessage('Uma tentativa de receber um arquivo do servidor com falha');
 end;
end;
Categorias:Artigos, Delphi Tags:, , ,

Verifique se o serviço FireBird está sendo executado

Função verificando se o serviço do banco de dados Firebird esta em execução


uses Tlhelp32

function IsFireBirdRunning: boolean;
const
PROCESS_TERMINATE = $0001;
var
Co: BOOL;
FS: THandle;
FP: TProcessEntry32;
s:  string;
begin
FS := CreateToolhelp32Snapshot(TH32CS_SNAPPROCESS, 0);
FP.dwSize := Sizeof(FP);
Co := Process32First(FS, FP);
while integer(Co) <> 0 do
begin
s := s + FP.szExeFile + #13;
Co := Process32Next(FS, FP);
end;
CloseHandle(FS);
if pos('fbserver', s) > 0 then result := true
else result := false;
end;
Categorias:Artigos, Delphi Tags:,

Como controlar o tempo de inatividade do usuário

 

user_idle_time

 

Suponha que você precisa do aplicativo para bloquear automaticamente a entrada / edição de dados, a menos que o usuário tenha sido ativa por um longo tempo. Para fazer isso, é hora de aprender.

Usuários para rastrear tempo pode usar a API GetLastInputInfo .

GetLastInputInfo retorna o tempo (em milissegundos) do último evento (a partir do momento em que a atividade foi detectada através do teclado ou do mouse).

O seguinte é um exemplo simples de uso. Função SecondsIdle retorna o número de segundos, sem a atividade do usuário (função é chamada no evento OnTimer do componente TTimer ).

 

function SecondsIdle: DWord;
var
liInfo: TLastInputInfo;
begin
liInfo.cbSize := SizeOf(TLastInputInfo) ;
GetLastInputInfo(liInfo) ;
Result := (GetTickCount – liInfo.dwTime) DIV 1000;
end;

procedure TForm1.Timer1Timer(Sender: TObject) ;
begin
Caption := Format(‘tempo ocioso :  %d segundos’, [SecondsIdle]) ;
end;

 

Como um resultado do programa no cabeçalho do formulário para exibir o tempo de inatividade, em segundos.

Categorias:Artigos, Delphi Tags:, ,

código fonte NOTEPAD

notepad

 

Código Fonte  clique aqui

Categorias:Artigos, Delphi Tags:,

Dados no TTreeView com TDataSet

O processo de preenchimento de dados TTreeView componentes de TDataSet compatível com tipo do exemplo : idNode int, idParentNode int, cNodeName varchar

adicionar uses  Windows, SysUtils, DB, ComCtrls

{Nota: o nó raiz deve ser o primeiro registro da amostra.

USES : Windows, SysUtils, DB, ComCtrls
***************************************************** }

procedure FillTree(Tree: TTreeView; Query: TDataSet; idNode, idParent,
  cNodeName: string);
var
  i: integer;
begin
  // O nó raiz deve ser o primeiro de uma consulta de exemplo
  Query.First;
  Tree.Items.Clear;
  Tree.Items.AddObject(nil, Query.FieldByName(cNodeName).AsString,
    Pointer(Query.FieldByName(idNode).asInteger));
  Query.Next;
  while not Query.Eof do
  begin
    i := 0;
    while i < Tree.Items.Count do
      if Tree.Items.Item[i].Data = Pointer(Query.FieldByName(idParent).asInteger)
        then
      begin
        Tree.Items.AddChildObject(Tree.Items.Item[i],
          Query.FieldByName(cNodeName).AsString,
          Pointer(Query.FieldByName(idNode).asInteger));
        break;
      end
      else
        Inc(i);
    Query.Next;
  end;
end;

//Exemplo de uso

FillTree(TreeView1, ADOQuery1, 'idDoc', 'idParentDoc', 'cDocument');
Categorias:Artigos, Delphi Tags:, ,

Obtendo path e o nome do arquivo da área de transferência

Veja neste artigo como obter o path de arquivos que estão na área de transferência.

Certa vez em uma postagem, um colega perguntou-me como obter o path do arquivo que estava na área de transferência, respondi à ele que ao meu ver isto era impossível de se realizar, porém pesquisaria melhor sobre o assunto e lhe daria uma resposta mais exata. Mas depois de averiguar, vi que estava errado. Espero que esse artigo ajude esse colega, e vários outros que precisam do path do arquivo que esteja na área de transferência.

Este exemplo demonstra como extrair os nomes de arquivos “caminho completo” da área de transferência. Então vamos criar um novo projeto VCL e vamos inserir um componente TMemo ( Memo1 ) e um TButton ( Button1 ). Não se esqueça de declarar na seção Uses a classe “Clipboard” e “ShellAPI”. Veja a imagem de nosso projeto na figura abaixo:

Figura 1: Layout do projeto

Temos agora que codificar o OnClick do botão para quando clicarmos nele, seja fornecida a lista de arquivos que estão na área de transferência.

Listagem 1: No Evento OnClick do Button1 digite o seguinte código

procedure TForm1.Button1Click(Sender: TObject);
var
f: THandle;
buffer: Array [0 .. MAX_PATH] of Char;
i, numFiles: Integer;
begin
Clipboard.Open;
try
f := Clipboard.GetAsHandle(CF_HDROP);
If f <> 0 Then
begin
numFiles := DragQueryFile(f, $FFFFFFFF, nil, 0);
Memo1.Clear;
for i := 0 to numFiles - 1 do
begin
buffer[0] := #0;
DragQueryFile(f, i, buffer, sizeof(buffer));
Memo1.Lines.Add(buffer);
end;
end;
finally
Clipboard.Close;
end;
end;

Selecione os arquivos que desejas, copiar no Windows Explorer, Windows, e então pressione o botão “Button1” de sua aplicação. Uma lista de arquivos selecionados para copiar será exibido no componente “TMemo”.

Espero que tenham gostado, e que os códigos e dicas tenham facilitado o trabalho e estudo de vocês.

Muito obrigado. Fico por aqui, e espero por vocês na próxima! Grande abraço.

Código Fonte
Categorias:Artigos, Delphi Tags:, ,

TMemo e TDBMemo: Pesquisa e margens

Neste artigo aprenderemos a fazer uma pesquisa e colocar margens no TMemo e no TBDMemo.

Neste artigo ensinarei à vocês como se fazer uma pesquisa, e margear no TMemo:

Neste pequeno artigo vocês aprenderão como pesquisar texto e formatar o conteúdo do TMemo com margens à direita e esquerda. Vamos abrir o Delphi e criar um novo projeto, e em seguida adicionar  os seguintes componentes no formulário: um TMemo, um TEdit e dois TButton conforme o layout da imagem abaixo:

 Figura 1. Layout do Formulário

Depois de realizado este processo, ao evento OnClick do Button1 “Caption Buscar conforme Layout”, implementar o seguinte código:

Listagem 1: Implementando onClick do Button1


procedure TForm1.Button1Click(Sender: TObject);
var  Find:
 string;  i:
integer;
begin
  Find := Edit1.Text;
  For i := 0 to Memo1.Lines.Count - 1 do
    If Pos(Find, Memo1.Lines.Text) <> 0 Then
    Begin
      Memo1.SetFocus();
      Memo1.SelStart := Pos(Find, Memo1.Lines.Text) - 1;
      Memo1.SelLength := Length(Find);
    end;
end;

Ao clicar no Button1 esse código irá procurar o texto digitado no Edit1, dentro do Memo1 e encontrá-lo irá dar um destaque para o mesmo. Bastante simples e direto, além de não ser complexo, bastante  útil para Blob Text extenso.

Agora, vamos adicionar margens no Memo1. Para adicionar margens no TMemo é necessário enviar uma mensagem EM_SETRECT e definir o recurso de tamanho de tela.

Vamos ao código. No evento OnClick do Button2 “Caption Margens conforme Layout”, implementar o seguinte código:

Listagem 2: Implementando onClick do Button2

procedure TForm1.Button2Click(Sender: TObject);
var
   R: TRect;
   LeftMargin: integer;
   RightMargin: integer;
 begin
   LeftMargin:= 20;
   RightMargin:= 10;
   R:= Memo1.ClientRect;
   R.Left:= R.Left + LeftMargin;
   R.Top:= R.Top + 2;
   R.Bottom:= R.Bottom - 2;
   R.Right:= R.Right-RightMargin;
   SendMessage(Memo1.Handle, EM_SETRECT, 0, Longint(@R)) ;
end;

Lembrando que o mesmo exemplo poderá ser usado com o componente TDBMemo. Agora tudo o que temos que fazer é adicionar qualquer texto nas linhas do componente Memo1 e ver o excelente  resultado.

Espero que tenham gostado, segue o código fonte para facilitar o trabalho de vocês.

Muito obrigado. Fico por aqui, e espero por vocês na próxima! Grande abraço.

Como fazer o sistema falar

Veja neste artigo como fazer o sistema falar, através da importação de um Activex, podemos importar esta funcionalidade para dentro do Delphi
Já assisti muitos filmes sobre os hackers. Geralmente um homem jovem senta-se na frente de seu computador e fala com seus sistemas, dá comandos de voz e o computador como um servo estudioso, trabalha sem encostar no teclado. Apesar do fato da capacidade e  reconhecimento de fala está constantemente evoluindo e melhorando. Evidentemente, que neste momento, é muito difícil estabelecer um sistema de controle de computador, que seria reconhecido por milhares de comandos e executar esses comandos. Mas, temos o Speech API, um  conjunto de interfaces de Fala e Reconhecimento de Voz: Mais neste artigo usando SAPI vamos ensinar seu computador falar.

Microsoft Speech API (SAPI) tem um voz feminina e conhecida como Anna e fala a língua inglesa.

O primeiro passo para usar SAPI devemos importado o Activex para o Delphi. Então abra a IDE do Delphi, selecione menu principal, “Component Import Component” na janela seguinte escolha a opção “Import Type Library“, conforme imagem a  baixo e clique em “Avançar”:

Figura 1. Type of Component.

Agora encontrar o “Microsoft Speech Object Library”, selecioná-lo, clique em “Avançar”

Figura 2. Registered Type Libraries.

Na nova janela, selecione a opção “Generate Component Wrappers” e clique em “Concluir”:

Uma Unit chamada SpeechLib_TLB.pas será criada e salva por default no caminho que esta no campo Unit Dir Name: no código fonte esta disponível o arquivo SpeechLib_TLB.pas.

Figura 3. Component.

Agora estamos pronto para trabalhar com SAPI 5.4.

Crie um novo projeto VCL inclua um componente TEdit e um componente TButton como segue figura abaixo e vamos fazer a Anna ler nossas mensagens.

Figura 4. Layout do Formulário.

No Evento OnClick do Button1 implemente o código abaixo:

procedure TForm1.Button1Click(Sender: TObject);
var gpIVTxt: ISpVoice;
 Pool: LongWord;
begin
  gpIVTxt:=CoSpVoice.Create as ISpVoice;
  gpIVTxt.Speak(PChar(Edit1.Text),SVSFDefault,Pool);
end;

Agora você pode executar este programa, escreva no campo Edit1 “I LOVE DELPHI” ou qualquer outra frase em inglês, pressione o botão ouça a Anna falar.

Figura5. Programa em execução.

Existe outra forma de fazer a Anna ler, arquivos TXT, vamos incluir mais 2 componentes em nosso projeto mais um TButton e um TOpenDialog, como segue a imagem abaixo:

Figura 6. Layout do Formulário.

Listagem 2: No Evento OnClick do Button2 implemente o código abaixo:

procedure TForm1.Button2Click(Sender: TObject);
var  gpIVTxt: ISpVoice;
  Pool: LongWord;
begin
  if OpenDialog1.Execute then
   Edit1.Text := OpenDialog1.FileName;
  gpIVTxt := CoSpVoice.Create as ISpVoice;
 gpIVTxt.Speak(PChar(Edit1.Text), SVSFIsFilename, Pool);
end;

Agora crie um arquivo que contém um texto em inglês e tenha em conta todos os sinais de pontuação. Clique no botão Arquivo TXT e ouça a voz de Anna lendo todo o arquivo.

Este é um simples exemplo, pesquise sobre Microsoft Speech API que vai encontrar outros idiomas e outros Agent “vozes” além de Anna.

Código Fonte

Um grande abraço a todos e paz no coração!

Categorias:Artigos, Delphi Tags:, ,

Criar Formulários AERO

Veja neste artigo como criar formulários AERO. Como utilizar este efeito bem interessante implementado desde o Windows Vista.

Hoje iremos aprender a criar formulários, com efeito, vidro.

Para que o estilo AERO tenha o efeito vidro é necessário que tenha como sistema operacional Windows Vista, Windows 7 ou Superior.

O tema AERO terá que estar ativo em seu Windows, caso contrário o efeito de vidro é ignorado e impossível de ser realizado.

Bem… É muito simples, fácil e rápido realizar o efeito. Para que este seja realizado, temos que alterar somente três propriedades do Form, dando-nos um resultado criativo e bacana.

Para começar, abra um novo projeto VCL, e altere as propriedades que seguem abaixo:

Propriedades a serem alteradas:

DoubleBuffered = True

Veja a figura abaixo da propriedade DoubleBuffered alterada:

Figura 1. DoubleBuffered alterada para True.

Alterando as 2 ultimas propriedades a serem alteradas que são:

GlassFrame.Enabled = True

SheetOfGlass = True

segue figura abaixo da propriedade GlassFrame.Enabled e SheetOfGlass alterada:

 

Figura 2. GlassFrame.Enabled e  SheetOfGlass alterada para True.

Agora apenas execute-o, e o resultado será esse:

Resultado

Figura 3. Resultado.

Quando a propriedade SheetOfGlass alterado para True todo o formulário passa a ter o efeito vidro, mais também é possível fazer o efeito somente em uma área do formulário.

Passe a propriedade SheetOfGlass para False a propriedade, Left para 125 e a propriedade Rigth para 25 como segue a figura abaixo:

Figura 4. SheetOfGlass alterada para False, Left 125 e Right 25.

Para finalizar, apenas execute-o, e o resultado será esse:

Figura 4. Resultado Final.

Esta foi uma dica que com 3 cliques do mouse temos um efeito bacana.

Espero que o artigo tenha sido útil, e que acima de tudo tenham gostado.

Um abraço, e espero vocês na próxima.

 

 

 


Categorias:Artigos, Delphi Tags:, ,

Inicializar seu programa com o Windows

Como fazer seus programas serem executados na inicialização do Windows

É fácil o suficiente arrastar e soltar seu aplicativo ao grupo de inicialização do Windows para executá-lo na inicialização do Windows. Mas, se você quiser fazer isso no seu programa, no final do seu programa de instalação por exemplo, ou se você quisesse fazer seu programa execute apenas uma vez a próxima vez que o Windows iniciar, função a seguir poderia vir a calhar:

procedure RunOnStartup(sProgTitle, sCmdLine: string; bRunOnce: boolean);
var
 sKey: string;
 reg : TRegIniFile;
begin
if bRunOnce then
 sKey := 'Once'
else
 sKey := '';
 reg := TRegIniFile.Create('');
 reg.RootKey := HKEY_LOCAL_MACHINE;
 reg.WriteString('Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Run' + sKey + #0, sProgTitle, sCmdLine);
 reg.Free;
end;

Utilização:

sProgTitle Titulo do programa. De um modo geral, esta poderia ser qualquer coisa que você quer.

sCmdLine Este é o nome do caminho completo onde o programa executável se encontra.

bRunOnce  Defina este como verdadeiro se você deseja executar o programa apenas uma vez.

Se este parâmetro estiver False, o programa especificado será executado sempre que Windows iniciar.

Exemplo:

RunOnStartup(‘Titulo do Progama’, ‘MeuProg.exe’, False);

Considerações importante

incluir Registry no uses

Se ao executar seu teste aparecer o seguinte erro

Figura 1.Mensagem de erro

Você que utiliza o Windows 7 como sistema operacional do seu computador, já deve ter passado por várias situações onde é obrigatório o uso do usuário “Administrador” para executar ou instalar determinado programa, e não é por menos, quem utiliza uma conta “normal”, usuário comum, ou ainda um “Usuário convidado” não tem privilégios para executar determinadas funções do sistema, isto (em partes) acaba sendo muito legal, já que dá maior segurança ao seu sistema, por outro lado, acaba sendo muito chato, já que na maneira convencional, temos que clicar com o botão direito do mouse  sobre o arquivo ou programa que desejamos executar como “Administrador” e selecionar  a opção “Executar como administrador”, como na imagem abaixo:

Figura 2.Menu ao clicar com o botão direito

clique com o botão direito do mouse sobre seu programa e escolha a opcao Executar como Administrador.

Caso queira habilitar sua conta de administrador no Windows 7 execute o cmd como administrador Digite “net user administrator /active:yes”, sem aspas, dentro do prompt de comando e depois tecle “enter”

Figura 3.Command prompt

Pronto, agora você pode notar que a conta vai aparecer na tela de logon.

Figura 4.Logon do Windows 7

Já estou fugindo do escopo principal, paro por aqui.

Um abraço e até a próxima.

Categorias:Artigos Tags:, ,
%d blogueiros gostam disto: